Como criar um plano de carreira

Um plano de carreira bem feito pode ajudar você a alcançar os seus objetivos profissionais, a se desenvolver e a se realizar na sua carreira. Neste artigos apresentamos os passos necessários para você montar o seu plano de carreira.

Sumário

Um plano de carreira é um conjunto de metas e ações que visam o desenvolvimento profissional de uma pessoa.

Ele serve para orientar as escolhas, os investimentos e os esforços que serão feitos para alcançar os objetivos desejados.

Um plano de carreira bem elaborado pode trazer benefícios como:

  • Maior clareza e direção sobre o que se quer fazer da vida profissional;
  • Maior motivação e engajamento com o trabalho;
  • Maior produtividade e qualidade nas entregas;
  • Maior satisfação e realização pessoal;
  • Maior reconhecimento e valorização no mercado.

Mas como criar um plano de carreira? Quais são os passos necessários para elaborar um plano de carreira eficaz e alinhado com as suas aspirações?

Neste artigo, vamos apresentar algumas estratégias para ajudar você a criar o seu plano de carreira. Confira!

1. Conheça a si mesmo

O primeiro passo para criar um plano de carreira é conhecer a si mesmo, ou seja, identificar os seus pontos fortes, os seus pontos fracos, os seus valores, os seus interesses e as suas paixões.

Esses aspectos são fundamentais para definir o seu perfil profissional, o seu propósito e a sua visão de futuro.

Para conhecer a si mesmo, você pode fazer algumas perguntas, como:

  • Quais são as suas habilidades e competências mais relevantes?
  • Quais são as suas áreas de conhecimento e de atuação preferidas?
  • Quais são os seus diferenciais e as suas vantagens competitivas?
  • Quais são os seus pontos de melhoria e as suas oportunidades de desenvolvimento?
  • Quais são os seus valores e os seus princípios éticos?
  • Quais são os seus interesses e as suas paixões?
  • Quais são os seus sonhos e as suas ambições?

Ao responder essas perguntas, você pode ter uma visão mais clara e objetiva sobre quem você é, o que você sabe fazer, o que você gosta de fazer e o que você quer fazer.

2. Defina os seus objetivos

O segundo passo para criar um plano de carreira é definir os seus objetivos, ou seja, estabelecer o que você quer alcançar na sua vida profissional, em curto, médio e longo prazo.

Os objetivos devem ser específicos, mensuráveis, alcançáveis, relevantes e temporais, ou seja, devem seguir a metodologia SMART.

Para definir os seus objetivos, você pode fazer algumas perguntas, como:

  • Onde você quer chegar na sua carreira?
  • Que cargo ou posição você quer ocupar?
  • Que empresa ou segmento você quer trabalhar?
  • Que salário ou renda você quer ganhar?
  • Que reconhecimento ou prestígio você quer ter?
  • Que impacto ou contribuição você quer gerar?

Ao responder essas perguntas, você pode ter uma visão mais concreta e realista sobre o que você quer conquistar na sua carreira.

3. Trace as suas estratégias

O terceiro passo para criar um plano de carreira é traçar as suas estratégias, ou seja, definir como você vai alcançar os seus objetivos, quais são os recursos, as ferramentas e as ações que você vai utilizar para isso.

As estratégias devem ser coerentes, consistentes e compatíveis com os seus objetivos.

Para traçar as suas estratégias, você pode fazer algumas perguntas, como:

  • O que você precisa fazer para chegar onde você quer?
  • Quais são as competências que você precisa desenvolver ou aprimorar?
  • Quais são os cursos, os treinamentos, as certificações que você precisa fazer?
  • Quais são as pessoas, as redes, as parcerias que você precisa buscar?
  • Quais são os desafios, os riscos, as ameaças que você precisa enfrentar?
  • Quais são as oportunidades, as vantagens, as forças que você precisa aproveitar?

Ao responder essas perguntas, você pode ter uma visão mais estruturada e organizada sobre como você vai executar o seu plano de carreira.

4. Monitore os seus resultados

O quarto passo para criar um plano de carreira é monitorar os seus resultados, ou seja, acompanhar o andamento, o progresso e o desempenho do seu plano de carreira, verificando se você está cumprindo as metas, as ações e os prazos estabelecidos.

O monitoramento deve ser feito de forma periódica, sistemática e criteriosa.

Para monitorar os seus resultados, você pode fazer algumas perguntas, como:

  • Você está seguindo o seu plano de carreira conforme o planejado?
  • Você está alcançando os seus objetivos conforme o esperado?
  • Você está satisfeito com os seus resultados até o momento?
  • Você está recebendo feedbacks positivos e construtivos sobre o seu trabalho?
  • Você está aprendendo e se desenvolvendo com o seu plano de carreira?
  • Você está enfrentando dificuldades ou obstáculos no seu plano de carreira?

Ao responder essas perguntas, você pode ter uma visão mais precisa e objetiva sobre o seu desempenho no seu plano de carreira.

5. Revise e ajuste o seu plano

O quinto e último passo para criar um plano de carreira é revisar e ajustar o seu plano, ou seja, analisar os seus resultados, identificar os seus acertos, os seus erros, as suas lições e as suas melhorias, e fazer as mudanças necessárias para otimizar o seu plano de carreira.

A revisão e o ajuste devem ser feitos de forma contínua, dinâmica e flexível.

Para revisar e ajustar o seu plano, você pode fazer algumas perguntas, como:

  • O que você fez de certo e de errado no seu plano de carreira?
  • O que você aprendeu e o que você precisa aprender no seu plano de carreira?
  • O que você pode melhorar e o que você precisa manter no seu plano de carreira?
  • O que você pode mudar e o que você precisa continuar no seu plano de carreira?
  • O que você pode acrescentar e o que você precisa eliminar no seu plano de carreira?
  • O que você pode antecipar e o que você precisa adiar no seu plano de carreira?

Ao responder essas perguntas, você pode ter uma visão mais crítica e adaptativa sobre o seu plano de carreira.

Está gostando do conteúdo? Compartilhe!
Pesquisar

Posts Recentes

Categorias

Nossas Redes Sociais